Chefe da Audi é banido da temporada, Scheider é suspenso

Após polêmica instrução de rádio na Áustria, Dr. Wolfgang Ullrich, Timo Scheider e fabricante alemã foram severamente punidos

A Federação Alemã de Automobilismo não aliviou para os membros da Audi envolvidos na polêmica da última volta da segunda corrida do DTM na Áustria – quando Timo Scheider, após receber pelo rádio a ordem “coloque-o para fora”, tocou em Robert Wickens e Pascal Wehrlein (este, líder do campeonato naquele momento), tirando os dois pilotos da Mercedes da prova.

A punição mais dura recaiu sobre Dr. Wolfgang Ullrich, chefe da equipe alemã. Da próxima etapa do campeonato, em Moscou, até o final do ano, Ullrich está banido do pitlane e terminantemente proibido de ter acesso à comunicação de rádio de todos os carros de Ingolstadt.

Scheider, o protagonista da ação na pista, não poderá disputar a rodada dupla do próximo final de semana, na capital russa, mas retorna para as três etapas remanescentes da temporada 2015 – Oschersleben, Nürburgring e a finalíssima em Hockenheim.

Já a Audi foi penalizada com a perda dos 62 pontos conquistados em Spielberg no campeonato de construtores, além de uma multa de 200.000 euros. O valor, segundo a Federação, será utilizado para apoiar jovens talentos do país e para projetos de segurança.

A razão para as punições, segundo a entidade que controla o automobilismo na Alemanha, é que Ullrich – apesar de ter negado – deu a ordem para Scheider bater deliberadamente nos rivais de Sttutgart. A ordem foi considerada prejudicial para o esporte e, portanto, a Federação Alemã puniu severamente os envolvidos – que já anunciaram que não vão recorrer da decisão. 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias DTM
Evento Spielberg
Pista Red Bull Ring
Pilotos Timo Scheider
Equipes Phoenix Racing
Tipo de artigo Últimas notícias