“A referência da Mercedes é o Rosberg”, admite Vettel

Piloto da Red Bull diz que Schumacher não esqueceu como se pilota, mas elogia melhor trabalho de Nico Rosberg

Vettel aprova trabalho de Nico Rosberg

 

Atual bicampeão mundial, o alemão Sebastian Vettel sempre deixou claro que seu compatriota Michael Schumacher foi uma de suas principais referências no começo da carreira. Vettel sempre foi considerado o sucessor do heptacampeão e é até chamado de “Baby Schumi” por parte da imprensa alemã. Hoje Vettel divide o grid com o “mestre”, mas vê o também alemão Nico Rosberg se destacar mais na equipe Mercedes, a mesma de Schumacher.

“É difícil dizer o que acontece. Por um lado, podemos afirmar que Michael não se esqueceu como pilota, mas Nico faz um ótimo trabalho e geralmente tem sido a referência da Mercedes”, admitiu o piloto da Red Bull.

Os números confirmam o pensamento de Vettel. Desde que retornou à F1, em 2010 e passou a dividir a equipe com Rosberg, Schumacher conseguiu resultados inferiores ao do companheiro. Em treinos, Nico ostenta uma vantagem de 36 a 13 e nas corridas somou quase o dobro de pontos: 308 a 177.

O contrato de Schumacher com a Mercedes acaba no final do ano e por enquanto ainda não há certeza se haverá uma renovação. Essa semana, a Mercedes, através de Ross Brawn, já afirmou que não tem pressa pra definir a situação do heptacampeão.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Michael Schumacher , Nico Rosberg , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias