Ainda chocado, Massa revela: "Foi a pior corrida da minha vida"

"Sabemos dos riscos e acabamos às vezes pensando se vale a pena voltar a entrar no carro de novo, mas vale"

Mostrando-se abalado pelo acidente sofrido por Jules Bianchi no último domingo, Felipe Massa classificou o GP do Japão como “o pior da vida” e admitiu ter ficado “impressionado” com a batida do francês, que segue internado em estado crítico.

[publicidade] “Foi um acidente impressionante. Foi muito triste ver um acidente como este e foi a pior corrida da minha vida”, afirmou ao TotalRace. “Sofremos muito do início ao final, com uma situação de pista horrível. Acho que a única coisa que eu tenho a dizer é isso.”

Massa terminou o GP do Japão em sétimo lugar e revelou, logo após a prova, que estava “berrando” nas últimas voltas, pedindo que a direção de prova encerrasse o GP devido ao aumento da chuva e à falta de visibilidade, pois já escurecia em Suzuka. Foi sob essas condições que Bianchi aquaplanou e chocou-se com um trator que removia o carro de Adrian Sutil, que também havia perdido o controle de seu carro.

O brasileiro deu a entender que chegou a avaliar se valia a pena continuar correndo após o acidente. “Lógico que a gente sempre pensa muita coisa quando está fora do carro, mas o que eu gosto de fazer é correr. Estar no carro é o que eu mais gosto de fazer. É o que sempre fiz na maior parte da minha vida e vou continuar fazendo. Sabemos o risco que corremos e acabamos às vezes pensando se vale a pena voltar a entrar no carro de novo mas vale a pena e vou continuar fazendo da melhor maneira possível.”

A partir dos treinos livres para o GP da Rússia, que começam na madrugada desta sexta-feira pelo horário de Brasília, Massa acredita que a sensação ruim vai se atenuar e garante que correrá pelo piloto francês neste final de semana.

“A semana inteira foi difícil para a gente. Acho que amanhã vai melhorar porque estaremos dentro do carro, com várias coisas para controlar. Mas será difícil não pensar no Jules e na família dele. Porém, temos que pensar em fazer o melhor por ele, é o que está na minha cabeça. Vou correr pelo Jules.”

Seguindo a atitude da maioria dos pilotos, Massa preferiu não comentar sobre o que precisa mudar nos padrões de segurança da Fórmula 1. “Existem muitas coisas, mas aqui não é o lugar certo nem a hora certa para falar. Sempre tem o que melhorar, em tudo o que você faz na vida.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias