Alguersuari diz que não entendeu motivos da demissão na Toro Rosso

Espanhol critica justificativa de Helmut Marko de que ele e Sebastien Buemi não mostraram ser pilotos vencedores

Alguersuari será comentarista em 2012

Jaime Alguersuari mostrou que ainda não engoliu a demissão inesperada na Toro Rosso, em dezembro do ano passado. Com a maioria das equipes sem vagas para esta temporada, o espanhol de 21 anos acabou fechando com a BBC para comentar as corridas.

“Respeito a situação de que eles não querem mais meu trabalho, mas o que eles disseram é absolutamente inaceitável. Eles disseram que somos bons pilotos, mas não vencedores. Isso não faz sentido se não me derem um carro capaz de entrar no top 10”, afirmou ao Daily Mail.

Alguersuari se refere às declarações do consultor da Red Bull Helmut Marko, que justificou a decisão de substituir o espanhol e seu companheiro nas últimas duas temporadas e meia, Sebastien Buemi, já que a dupla não tinha mostrado capacidade de ser alçada ao time principal da empresa austríaca.

Em 2011, a equipe marcou o dobro de pontos em relação ao ano anterior e subiu do nono para o oitavo lugar no Mundial de Construtores.

“Não esperava isso. Foi algo muito estranho porque todos esperávamos continuar na Toro Rosso. Ambos fizemos um bom trabalho. Colocamos o carro no top 10 várias vezes e marcamos 41 pontos. A temporada foi muito boa.”

Longe de considerar acabada sua carreira na F-1, Alguersuari acredita que fez o bastante em 2011 para continuar no mercado. Mas provavelmente não mais para a Red Bull.

“Você nunca sabe o que pode acontecer na F-1, mas não espero que eles me liguem. Mostrei o que posso fazer com um carro que não tinha rendimento para entrar no top 10 e agora procuro coisas maiores. Você tem de olhar adiante.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jaime Alguersuari
Tipo de artigo Últimas notícias