Alonso: "Acho que não dei uma volta livre a corrida toda"

Nono, espanhol acredita que a estratégia de três paradas tenha impedido a Ferrari de mostrar seu verdadeiro ritmo

Alonso caiu para terceiro no Mundial

Se na Malásia tudo foi perfeito para Fernando Alonso, na China a corrida não saiu exatamente como o planejado. Nono colocado na prova, o bicampeão acredita que a estratégia de três paradas não tenha sido a melhor escolha.

“A estratégia tinha de ser melhor do que nunca hoje e se dissemos aos quatro ventos que a estratégia tinha sido perfeita na Malásia, hoje também temos de ser honestos e dizer que não deu tudo certo, acho que não dei uma volta livre a corrida toda.”

Alonso reclamou da pouca velocidade de reta da Ferrari e disse que teve de arriscar muito para passar nas curvas, tendo inclusive uma saída de pista nas voltas finais. “É isso o que acontece quando você tenta ultrapassar por onde é impossível”.

Preso no tráfego, Alonso acredita que não conseguiu ver o verdadeiro ritmo do carro em relação aos rivais.

“Não conseguimos explorar o potencial do carro. Teremos de esperar a próxima corrida e ver como nos saímos”, afirmou o espanhol, que não está muito otimista em relação à performance do F2012 no Bahrein. “Deve ser nossa pior corrida.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias