Alonso aposta nos pneus macios e culpa igualdade por 11º lugar

Para espanhol, mesmo fora do Q3 por 0s004, situação da Ferrari é muito diferente do sofrimento do início do campeonato

Nem com o apoio da torcida local Alonso passou do 11º lugar

Fora da briga pela pole por quatro milésimos, Fernando Alonso destacou o fato de ter dois jogos de pneus macios para reverter o prejuízo de largar em 11º no GP da Europa. O vice-líder do campeonato, que não ficava fora do Q3 desde o primeiro GP do ano, na Austrália, destacou que a situação em Valência é bem diferente do que a Ferrari viveu no início do ano.

“Os tempos estavam bastante apertados. Em outras oportunidades, passamos para o Q3 com sacrifícios grandes, gastando os três jogos de pneu macio, como na China e no Bahrein. Daí, ou decidíamos não sair, ou saíamos, dávamos uma volta e largávamos em nono ou décimo sem nenhum pneu novo. Aqui, a diferença é grande. Ficamos a dois décimos da pole e temos dois jogos de pneus macios novos que, infelizmente, não usamos no Q3. E, por sorte, temos para amanhã.”

Ao projetar a corrida, Alonso só teme ficar preso no tráfego e não conseguir tirar proveito da borracha nova.

“Estou relaxado, sabendo que a corrida de amanhã é mais complicada largando em posições mais atrás. Há grupos que se formam e você acaba andando no tráfego, o que não ajuda os pneus. O que aconteceu hoje é passado e temos de preparar uma boa estratégia. Vamos tentar aproveitar os pneus que temos.”

O espanhol destacou a melhora das equipes médias que, nas últimas provas, pareciam ter perdido terreno. A Force India colocou ambos os carros entre os 10 primeiros, enquanto Sauber e Williams também marcaram presença no Q3.

 “As equipes médias mais uma vez fizeram um bom trabalho e se aproximaram. Nas últimas corridas, eles ficaram um pouco para trás e parecia que a distância estava se abrindo [para McLaren, Ferrari e Red Bull]. Aqui, a Force India e a Sauber andaram muito bem, assim como a Lotus, que são rápidas sob essas temperaturas. Eu, Felipe, Michael e Mark ficamos de fora, então foi, mais uma vez, uma classificação estranha.”

O bicampeão filosofou sobre sua situação no campeonato, uma vez que o primeiro e terceiro colocados na tabela, Hamilton e Vettel, dividem a primeira fila no grid.

“Os resultados não nos favoreceram hoje, principalmente com nossos rivais largando em primeiro e segundo. Amanhã se, por algum motivo, acontece alguma coisa com eles e terminamos em uma boa posição, você passa da tristeza à felicidade em 24h.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Europa
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias