Alonso comemora decisão da Ferrari com túnel de vento

Após série de falhas em Maranello, equipe resolveu desenvolver carro de 2013 somente no equipamento da Toyota

A decisão da Ferrari de abandonar totalmente os trabalhos no túnel de vento da equipe, em Maranello, foi comemorada por Fernando Alonso. Porém, o piloto espanhol salientou que as falhas de correlação entre os dados coletados no equipamento e os resultados na pista não foram o único motivo pela seca de títulos dos últimos anos.

“Houve momentos no ano em que colocávamos no carro uma asa dianteira, por exemplo, que em teoria deveria dar dois décimos e, quando íamos para a pista, até piorava o carro”, lembrou Alonso, que pediu mais ideias novas aos engenheiros. “Mas, se não estivemos no nível da Red Bull nos últimos anos foi por uma série de circunstâncias, por infraestrutura, pela capacidade de desenvolver e de inventar – houve uma série de novidades que sempre eram dos outros e nos deixavam para trás. Ficamos um pouco atrás nestes anos, mas esperamos que, a partir de 2013, sejamos nós que vamos inovar e que também tenhamos uma boa correlação com o túnel de vento e a pista.”

Ao menos em relação ao túnel de vento, Alonso acredita que os problemas estão sanados com o trabalho sendo feito apenas no equipamento da Toyota, em Colônia, na Alemanha. “Podemos ficar mais confiantes usando o túnel de vento da Toyota o tempo todo. Acho que tivemos problemas em Maranello nos últimos dois ou três anos. Essa mudança deve nos trazer mais consistência.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias