Alonso confia que Ferrari estará mais perto em Abu Dhabi

Espanhol aproveita para colocar panos quentes em suposto clima ruim na equipe: "Coisa de um senhor criativo"

Após o segundo lugar no GP da Índia, Fernando Alonso confia nas novas peças trazidas pela Ferrari para o GP de Abu Dhabi e em uma melhor adaptação de seu carro ao circuito de Yas Marina para dar o salto que falta para brigar com Sebastian Vettel e evitar que o alemão conquiste sua quinta vitória seguida.

Ouvido pelo TotalRace, o espanhol aproveitou para negar que haja um clima ruim dentro da Ferrari e se disse mais motivado do que nunca para entrar na pista. Nos últimos quatro GPs, o bicampeão somou 48 pontos, contra 100 de seu rival. “Sou sempre muito otimista, mas acredito que este pode ser um final de semana melhor para nós. Levo em conta o ano passado, em que estávamos mais perto neste circuito do que em outros. Claro que Vettel abandonou, mas terminamos em segundo, logo atrás de Hamilton, que fez uma corrida boa. Tomara que seja uma pista melhor do que Coreia e Índia para nós e, com as novidades que trazemos, tomara que o carro esteja mais perto. Mas temos de ser calmos”, apontou Alonso que, admirador da cultura samurai, acredita viver situação parecida, pois “os samurais sempre lutavam com espadas contra as armas de fogo de seus rivais”.

“Estamos com a esperança e a moral muito afiadas e com muita vontade de ir logo para a pista. Estes dias desde o GP da Índia foram muito longos para todos porque queremos lutar e ver como as coisas serão em um circuito com outras características, se vamos estar mais próximos da Red Bull e poder dar o último salto, que é poder lutar com eles no domingo e tentar largar em uma posição melhor no sábado. Estou mais animado que em qualquer outro momento do campeonato”.

Perguntado sobre a matéria do jornal italiano La Stampa, dando conta de que teria tido um sério desentendimento com a equipe após a classificação do GP da Índia, Alonso colocou panos quentes. “Foi um senhor na Itália que, em um dia de muita inspiração, tentou fazer algo criativo. Suponho que é melhor não responder nada. Estamos mais unidos do que nunca e estaremos unidos até o final. É o tipo de coisa que costuma vir de outros países, que tentam desestabilizar os rivais em momentos de pressão máxima. Por desgraça, tentaram desestabilizar a equipe dentro da Itália, mas já está tudo arrumado”.

O espanhol acredita que os 13 pontos que Vettel tem de vantagem não são muitos e não permitem que ele se dê ao luxo de errar. “Com 75 pontos em jogo, não acredito que estes 13 sejam uma vantagem suficiente para ter claramente um primeiro e um segundo, mas sempre é melhor estar na frente. Quem está atrás tem uma obrigação a mais de não poder falhar em nada. Mas também, como a diferença é pouca, quem está na frente também não pode errar. Estamos parecidos e tentaremos jogar nossas cartas”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento Abu Dhabi GP
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias