Alonso culpa tráfego pelo 8º lugar, mas vê Ferrari atrás

Mesmo achando que o máximo que poderia almejar era um quarto lugar, espanhol promete atacar na corrida e fala em lutar pelo pódio

Alonso larga em oitavo no GP da Bélgica

Fernando Alonso culpou uma bandeira amarela e o tráfego pela oitava posição no grid de largada do GP da Bélgica.

“Em uma das voltas em que ia rápido, Sergio [Perez] saiu da pista e tive de levantar o pé por causa da bandeira amarela e depois, quando saiu da grama voltou logo à minha frente e não me deixou passar. Pode não ter me visto.”

O espanhol, no entanto, salientou que, mesmo com uma Q3 perfeita, a Ferrari não tinha ritmo para lutar com Red Bull e McLaren.

“Acho que, com ou sem tráfego, não conseguiríamos lutar pela pole. Com a melhor das sessões de Q3 estaríamos em quarto ou quinto lugar. Então ainda falta um pouco de performance. Com essas temperaturas, sabemos que não conseguimos chegar ao nível deles.”

Projetando a corrida, Alonso espera que o ritmo da Ferrari seja mais competitivo e permita lutar pelo pódio.

“Tentaremos andar com os mais rápidos e lutar pelo pódio em um circuito em que se pode ultrapassar se você é mais rápido. Temos de ver como vai ser a luta entre os primeiros e tentar aproveitar do que acontecer com eles.”

O piloto se mostrou preocupado por largar cercado de pilotos menos experientes, como Bruno Senna e Sergio Perez.
“Vamos tentar atacar, como sempre fizemos – com algum cuidado porque tem gente que está perto de onde vou largar que não está acostumado a entrar no Q3 e veremos amanhã como respondem.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias