Alonso defende permanência de Button na Fórmula 1: "Grande pessoa"

Espanhol pode ser companheiro do campeão de 2009 na próxima temporada, na McLaren

A muito provável chegada de Fernando Alonso na McLaren pode significar o fim da carreira de Jenson Button na Fórmula 1. O anúncio do retorno do espanhol ao time inglês só não teria acontecido até o momento pela dúvida da equipe em relação a quem seria o melhor companheiro para o bicampeão. Atualmente, os pilotos são Button e Kevin Magnussen, que estreou neste ano e peca pelos altos e baixos.

[publicidade] Caso não seja confirmado na McLaren, Button, de 34 anos, deve deixar a categoria, uma vez que seu empresário já deixou claro que o piloto só se interessaria em ficar caso tenha um equipamento competitivo.

Perguntado se achava que o quarto colocado no GP do Brasil, no último domingo, deveria permanecer no grid, Alonso, que corre ao lado do inglês desde 2001, defendeu o campeão de 2009.

“Pelo lado de Button, tomara que ele fique. Ele é um piloto muito talentoso, não precisa fazer nada [para justificar sua permanência] pois é um campeão do mundo, assim como tem um grande caráter e é uma grande pessoa”, elogiou. “Acho que pessoas como ele são boas para nosso esporte.”

O espanhol, contudo, foi político. “Veremos se o teremos no grid. Essa é uma questão para a McLaren, não para mim.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias