Alonso destaca melhora do carro e enche Ferrari de elogios

O espanhol classificou a vitória como "muito especial", 60 anos após a primeira conquista da Scuderia, no mesmo circuito de Silverstone

Alonso comemora sua primeira vitória do ano

Após ganhar a primeira prova do ano pela Ferrari, Fernando Alonso destacou a melhoria do carro nas últimas corridas e afirmou que, chegar à frente no tradicional circuito de Silverstone, onde a equipe italiana conquistou sua primeira vitória na F-1, há 60 anos. é algo muito especial.

“Estou muito feliz. Queremos sempre vencer, mas às vezes é possível, às vezes não. Enfim, a vitória chegou em 2011, depois de um início de ano complicado, com a Red Bull dominando quase todas as corridas. Neste fim de semana, a equipe fez um trabalho fantástico. Estávamos a um segundo e meio há três ou quatro corridas e agora chegamos à frente, creio que com 20s de diferença no final da corrida. Foi uma recuperação fantástica por parte da equipe.”

>> >> >> >> >> >>
O espanhol, que fez uma demosntração com a Ferrari que conquistou a primeira vitória da Scuderia antes da prova em Silverstone, disse que ganhar na Grã-Bretanha é diferente – e cobriu sua equipe de elogios.

“É uma vitória muito especial. Acho que Silverstone é um evento diferente para todos os pilotos que estreiam na F-1. Sabemos da história do esporte a motor no Reino Unido e, hoje, foi um GP especial para mim. Tive o privilégio de guiar o carro de Froilán [González, piloto da Ferrari da década de 1950], com o qual a Ferrari ganhou sua primeira corrida na F-1. Faz 60 anos que isso aconteceu. Hoje, ganhamos no mesmo circuito, com a mesma paixão e o mesmo grupo de pessoas trabalhando para este time fantástico. O time está competindo na F-1 desde o início, em todos os anos, e essa é a diferença da Ferrari: a paixão, as vitórias e o amor pela competição. Estou muito feliz por guiar este carro e atingir o sucesso novamente.”

O bicampeão reconheceu que o erro da Red Bull no pitstop de Vettel o ajudou a vencer, mas não arriscou dizer se venceria mesmo com tudo acontecendo normalmente.

“Quem sabe? Acho que é difícil prever o que poderia ter acontecido. Com certeza, seria mais difícil, porque teria de ultrapassar na pista e, quando estamos falando em dois o três décimos de diferença, não é fácil fazer isso. Vimos isso com as McLaren e acredito que o mesmo tenha acontecido com Sebastian contra Lewis. Com certeza, o problema no pitstop deles nos ajudou, mas isso acontece. No Canadá, Jenson ganhou a corrida e nós abandonamos. Cada corrida é de um jeito.”

Alonso destacou que a Ferrari não esperava ir bem na Grã-Bretanha e que o desempenho do carro dá ânimo para as próximas etapas.

“Nos dá muita confiança saber que sempre vamos bem em Silverstone, ainda mais este ano, quando achávamos que, pelas características das curvas, de alta velocidade, não teríamos vida fácil. Sempre tivemos em mente que Silverstone e Barcelona seriam duas pistas difíceis para nós. Por isso, vencer aqui dá muita confiança para as próximas corridas, porque significa que o resto da temporada pode ser um pouco melhor para nós.”

O espanhol, no entanto, não acredita que a vitória o coloque imediatamente na disputa pelo título.

“Vamos continuar encarando todos os GPs da forma que fizemos nos últimos, buscando vitórias, mas não há foco no campeonato no momento.”

Alonso finalizou agradecendo a “paciência” de todos, após um início de ano difícil.

“Queria dar o parabéns a toda a equipe pelo esforço e a todos os patrocinadores, porque, sem eles, isso não seria possível. Obrigado pela paciência e vamos ver se podemos ganhar mais vezes.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias