Alonso espera estar "a dois ou três décimos da Red Bull" na classificação

Espanhol se diz contente por comprovar evolução da Ferrari, mas afirma que rivais parecem mais rápidos que em Silverstone

Alonso se manteve entre os primeiros durante ambas as sessões de sexta-feira

Primeiro na sessão da manhã, segundo, a menos de dois décimos de Mark Webber, pela tarde. Fernando Alonso tem motivos para estar confiante de que a tendência de ascenção da Ferrari continua no GP da Alemanha. O espanhol, porém, acredita que o time italiano ainda não chegou na Red Bull.

“A verdade é que a Red Bull segue à nossa frente, mas agora são poucos décimos. Melhoramos o carro e a linha ascendente se confirma. Fomos segundo em Mônaco, nos classificamos na primeira linha em Mônaco, fomos segundo novamente em Valência e em Silverstone vencemos.”

Alonso espera que a diferença para os líderes na classificação seja maior que em Silverstone, mas não muito.

“Em Silverstone, a Red Bull estava um décimo na nossa frente. Com as características do circuito e a temperatura, acho que estão um pouco mais rápidos aqui e espero que amanhã estejamos entre dois e três décimos atrás, não mais que isso. E na corrida conseguimos equilibrar. Espero que a McLaren tenha um sábado forte e, principalmente se chover, pois vimos como Hamilton recuperava quase uma posição por volta na Inglaterra, seguem sendo favoritos para o pódio.”

O piloto da Ferrari explicou porque deu mais voltas do que o normal usando o mais macio dos compostos trazidos à Alemanha: com a possibilidade de chuva, não espera usar os médios no domingo.

“Como esperamos que chova no domingo, ou que pelo menos tenhamos condições semelhantes a Silverstone, tendo que usar os intermediários em parte da corrida, ficamos um pouco mais de tempo com os pneus macios porque talvez não teremos que usar os médios.”

Alonso se disse satisfeito com o desempenho dos treinos livres, que confirmaram a tendência de crescimento da Ferrari.

“Sempre temos de fazer muitas coisas na sexta-feira, provar novos componentes aerodinâmicos e vários tipos de pneus e hoje correu tudo bem, sem problemas no carro ou com o tempo. Estou contente que tenhamos completado todo o programa e que o carro tenha dado boas sensações, assim como em Silverstone. Seguimos na mesma linha de quinze dias atrás.”

Mais do que isso, os resultados de hoje indicaram que toda a polêmica dos difusores soprados pouco interferiu na relação de forças.

“Sabíamos que iríamos bem, que o ritmo de Silverstone se devia às melhoras no difusor e na asa traseira que tínhamos introduzido. Dissemos antes de Silverstone que os mapas de motor não mudariam nada, dissemos o mesmo logo após a prova e antes dessa.”

(colaborou Felipe Motta, de Nurburgring)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias