Alonso: “Lutamos três anos pelo título, não acho que será diferente”

Piloto da Ferrari se mostra ainda otimista apesar de mês difícil e espera Ferrari mais forte em Spa-Francorchamps

Mesmo perdendo a segunda posição no campeonato para Kimi Räikkönen após o GP da Hungria neste domingo, Fernando Alonso ainda é otimista de que a Ferrari pode ser uma das principais forças da segunda metade da temporada.

“Vamos estar sempre aí, e te asseguro que vamos lutar até o final. Mas o que queremos não é lutar nos recuperando, e sim de igual para igual”, falou em entrevista acompanhada pelo TotalRace.

“Já ganhamos corridas quatro anos seguidos e disputamos com a Red Bull. Lutamos sempre pelo campeonato até a última corrida, não acho que será diferente. Estamos tendo dificuldades, como aqui na Hungria, um fim de semana que não fomos rápidos.”

Alonso também considera o momento ruim da Ferrari, mas não vê grande perda no campeonato. “Na verdade, um mês de julho em que não fomos rápidos, tivemos três corridas ruins, mas perdemos só cinco pontos. Tivemos no sábado o problema no KERS de Webber, algo que pode acontecer também com Vettel, que é outro carro da Red Bull.”

“Vamos tentar durante a pausa trazer alguma peça nova que permita tanto ao Felipe quanto a mim estar no pódio constantemente”, finalizou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias