Alonso não vê Hamilton tão mal, nem Vettel ganhando tudo

Espanhol usa o próprio exemplo para explicar raciocínio: "Quando fui bi, todos achavam que ia ganhar tudo, mas não foi assim"

Para Alonso, a F-1 não é matemática

Fernando Alonso não acredita nem que Sebastian Vettel vai desandar a ganhar títulos com facilidade, nem que Lewis Hamilton é um caso perdido. O espanhol usou como exemplo sua própria experiência, quando já era bicampeão do mundo aos 25 anos.

“Todo mundo pensava que, quando ganhei dois títulos consecutivos, ia ganhar vários outros em sequência, mas não foi assim. Logo veio Hamilton e foi vice a um ponto do campeão em seu primeiro ano, ganhou no segundo e todos falaram que ganharia dez seguidos, mas não ganhou mais nenhum”, afirmou na coletiva de imprensa após os treinos livres para o GP da Coreia.

“Depois, Button arrasou em um ano e parecia que a Brawn estaria ganhando uma década seguida, mas só ganhou naquele ano. Agora a Red Bull venceu dois campeonatos com um trabalho fenomenal e ninguém fala que vão vencer dez seguidos. Veremos o que acontece ano que vem.”

Para Alonso, a Fórmula 1 não funciona de maneira lógica. “Não acho nem que Hamilton esteja tão mal nesta temporada, nem que Vettel vá vencer sete títulos seguidos. Talvez consiga, nunca se sabe, porque na F-1 não há nada matemático.”

O espanhol acredita que esse tipo de expectativa, tanto a negativa em relação a Hamilton, quanto a positiva com Vettel, se deve à imprensa.
“Quando as coisas dão certo tudo é aumentado, e quando não dão também o são, porque esse é um esporte muito difundido em que se compete a cada quinze dias e sobre o qual se continua escrevendo por doze dias entre cada prova.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Coreia
Pilotos Fernando Alonso , Lewis Hamilton , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias