Alonso: "Para ser grande é preciso ter temporadas como esta"

Espanhol comemora ano "espetacular" e reafirma que Ferrari só precisa de um carro melhor para chegar ao título

Fernando Alonso comemorou o ano “espetacular” e disse considerar um “milagre” ter chegado à última etapa no Brasil com chances de ser campeão. O espanhol, que ficou a três pontos de Sebastian Vettel, destacou que a Ferrari só precisa de um carro mais competitivo e que não perdeu o campeonato no Brasil, mas sim nos abandonos nos GPs da Bélgica e do Japão.

“Foi um ano espetacular, difícil de esquecer. Houve momentos que nunca serão repetidos – como as vitórias em Valência e na Malásia – e estou feliz com como as coisas aconteceram. Acho que, em termos de estratégia, pit stops, largadas e confiabilidade foi um ano perfeito”, considera o piloto espanhol. “Todos concordamos que só faltou o carro, o que significou que não conseguimos chegar nos melhores times durante a maior parte do ano. É a única coisa que precisamos melhorar, mas também é verdade que isso é o mais difícil. Com todas as dificuldades que tivemos, fico pensando no quão atrás estávamos nos testes de inverno e o fato de termos conseguido lutar até o final mostra que somos uma grande equipe", completou.

Tendo em vista que não marcou pontos apenas por batidas nas largadas em dois GPs, Alonso quer classificar-se melhor em 2013 e evitar esse tipo de risco. “Foi um milagre ver, corrida após corrida, o que conseguimos conquistar. Definitivamente não perdemos o título no Brasil, mas sim em Spa e em Suzuka. No final, perdemos por três pontos, mas fiz a melhor temporada da minha vida e só posso pensar no próximo ano. Vamos tentar melhorar o carro, largar mais à frente e tentar evitar acidentes. Vamos esperar também um pouco mais de sorte.”

O espanhol destacou a melhora da Ferrari desde 2010, quando passou a defender a equipe, assim como o aumento do respeito que a Fórmula 1 tem por sua pilotagem. “Desde que cheguei na Ferrari, crescemos bastante, especialmente neste ano. Antes, as pessoas tinham uma opinião mais ou menos boa a meu respeito, mas agora noto um nível de respeito completamente diferente. Mas, para ser um dos maiores da F-1, não é necessário ganhar títulos, você precisa enfrentar temporadas como esta que acabou de terminar.”

Para o ano que vem, Alonso disse que espera “marcar três ou quatro pontos a mais”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias