Alonso prevê corridas "repetitivas", mas segue motivado

Espanhol lembra que últimos GPs sequer servirão para as equipes focarem nos carros de 2014: "Eles serão muito diferentes"

Com os campeonatos de pilotos e equipes decididos com três etapas de antecipação por Sebastian Vettel e a Red Bull, resta aos rivais lutar pelos vices. Isso porque, como o regulamento para o ano que vem é completamente diferente, nem mesmo o trabalho de desenvolvimento do próximo carro pode ser iniciado, como explicou Fernando Alonso, ouvido pelo TotalRace em Abu Dhabi.

“O problema de desenvolver o carro para 2014 é que ele será tão diferente que não dá para fazer muitas coisas. Se as regras fossem as mesmas para o ano que vem poderíamos tentar algo. Ainda estamos em 2013 e temos alguns objetivos a conquistar.”

Mesmo assim, o espanhol, que luta para permanecer em segundo lugar entre os pilotos e tenta ajudar a Ferrari a recuperar o vice entre as equipes, garante que segue motivado para as últimas etapas.

“Quando você abaixa a viseira, não quer ficar atrás de ninguém. Se puder, chegar a uma vitória ou a um pódio. Se isso não for possível, você foca em superar seus rivais com ultrapassagens, com uma boa largada, com pit stops bons. São momentos de alta carga de adrenalina, então não é difícil encontrar fontes de motivação.”

Mas mesmo Alonso, que tem 24 pontos de vantagem para o terceiro colocado no campeonato, Kimi Raikkonen, reconhece que as provas podem ficar um tanto previsíveis.

“Com os carros mais ou menos iguais, vai ser um final de temporada bastante repetitivo: Red Bull dominando, Mercedes forte aos sábados, Lotus e nós melhorando aos domingos.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento Abu Dhabi GP
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias