Alonso revela que não sabia se pneus aguentariam até o final

Espanhol diz que equipe duvidava que tática de não parar no SC funcionaria e celebra 3º lugar em "fim de semana complicado"

Nem mesmo Fernando Alonso esperava terminar um final de semana em que nunca andou entre os primeiros em Cingapura estourando o champanhe no pódio. Largando em quinto, o espanhol lucrou com os abandonos de Lewis Hamilton e Pastor Maldonado para chegar em terceiro e ver sua vantagem na liderança do Mundial cair de 37 para 29 pontos, muito menos do que esperava antes da largada.

Ouvido pelo TotalRace, o espanhol comemorou o fato de só ter perdido pontos em relação a Vettel no campeonato, desconsiderando Button, que ocupa o sexto lugar na tabela.

“Tivemos um final de semana bastante complicado. Não fomos rápidos em nenhuma das sessões, então terminar no pódio sempre é bom, principalmente com Hamilton fora da corrida. Abrimos muitos pontos em relação a ele e também terminamos na frente de Webber e de Raikkonen. Dos rivais pelo campeonato, só perdemos pontos em relação a Vettel e é algo que dava para prever depois de um final de semana complicado.”

Mas Alonso reconheceu que a caminhada até o terceiro lugar não foi fácil. O espanhol decidiu não parar durante os dois períodos de Safety Car e não sabia se seus pneus aguentariam as últimas 30 voltas. Afinal, havia feito 18 com o primeiro jogo de macios.

“Tínhamos a previsão de parar outra vez e sabíamos que perderíamos muitas posições [se parassem no primeiro Safety Car]. Quando saiu o segundo, alguns pararam, como Webber e Sergio, e nós não sabíamos se deveríamos ter parado. No final, decidimos que não, e deu certo. Mas tínhamos a dúvida se perderíamos posições nas últimas cinco ou seis voltas.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias