Alonso surpreende e lidera primeiro treino livre no Canadá

Usando as melhorias da Ferrari, espanhol supera Hamilton por 0s016; Massa tem problemas e é só 17º

Testando o novo pacote em sua Ferrari, Fernando Alonso surpreendeu e fez o melhor tempo da primeira sessão de treinos livres para o GP do Canadá. O espanhol foi apenas 16 milésimos mais rápido que Lewis Hamilton, com Nico Rosberg logo atrás, a 146 milésimos do líder. Com problemas no Kers, Felipe Massa foi o piloto que menos andou na sessão, e terminou apenas em 17º.

A atividade de pista desta sétima etapa do mundial começou em ritmo lento devido à sujeira no circuito Gilles Villeneuve, localizado dentro de um parque e usado como pista apenas neste final de semana. Coube ao estreante Kevin Magnussen, da McLaren, dar as primeiras voltas lançadas do treino.
Com 20 minutos de sessão, todos saíram para as primeiras sequências, com Felipe Massa chegando ao primeiro posto e sendo logo superado por Lewis Hamilton, que tem três vitórias e é o piloto do atual grid com melhor retrospecto no Canadá.

Não demorou para aparecerem as dificuldades para os pilotos controlarem os carros nas freadas, com várias fritadas e escapadas, em parte pela menor pressão aerodinâmica gerada pelos carros deste ano e também pelo fato dos pneus serem mais duros do que os mesmos compostos de 2013.

Após meia hora de sessão, Hamilton seguia na ponta, com Rosberg a apenas cinco centésimos do companheiro. Alonso era o “melhor do resto”, usando as melhoras aerodinâmicas da Ferrari, a quatro décimos de Hamilton. A Williams estava no limite do top 10, com Bottas em décimo e Massa em 11º, perdendo nos centésimos. Com problemas no Kers, o brasileiro não retornou à pista, sendo o piloto que menos andou na sessão, com sete voltas. No final da sessão, Bottas deu esperanças à Williams com o quinto lugar.

A maioria dos carros só voltou à pista mais de 20 minutos depois, com as McLaren demonstrando evolução e colocando seus carros em terceiro e quarto. Enquanto isso, na ponta, Rosberg fez duas voltas mais rápidas que Hamilton e chegou a ficar mais de dois décimos mais rápido, mas o inglês logo respondeu e colocou 450 milésimos no companheiro. Alonso, por sua vez, retomou o terceiro posto ao ser o único sem Mercedes a andar na casa dos 1min17, chegando a se colocar entre os líderes do campeonato, com Vettel em quarto.

Alonso superou Hamilton, por 16 milésimos, e chegou à ponta. O inglês chegou a fazer parciais mais fortes, mas acabou errando no hairpin e abortou a volta, retornando aos boxes. As Mercedes chegaram a voltar à pista, mas carregados de combustível e andando mais lentos.

A segunda sessão de treinos livres começa às 15h, pelo horário de Brasília.

Confira os tempos:


1. Fernando Alonso (Ferrari) 1m17.238s           (21 voltas)
2. Lewis Hamilton (Mercedes) 1m17.254s  +0.016s  (25)
3. Nico Rosberg (Mercedes) 1m17.384s  +0.146s  (32)
4. Sebastian Vettel (Red Bull-Renault) 1m18.131s  +0.893s  (28)
5. Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 1m18.361s  +1.123s  (20)
6. Daniel Ricciardo (Red Bull-Renault) 1m18.435s  +1.197s  (26)
7. Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1m18.446s  +1.208s  (33)
8. Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 1m18.514s  +1.276s  (31)
9. Kimi Raikkonen (Ferrari) 1m18.578s  +1.340s  (15)
10. Jean-Eric Vergne (Toro Rosso-Renault) 1m18.643s  +1.405s  (14)
11. Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 1m18.733s  +1.495s  (30)
12. Sergio Perez (Force India-Mercedes) 1m18.959s  +1.721s  (22)
13. Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 1m19.108s  +1.870s  (24)
14. Romain Grosjean (Lotus-Renault) 1m19.142s  +1.904s  (32)
15. Daniil Kvyat (Toro Rosso-Renault) 1m19.177s  +1.939s  (21)
16. Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 1m19.340s  +2.102s  (37)
17. Felipe Massa (Williams-Mercedes) 1m19.575s  +2.337s  (7)
18. Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 1m19.804s  +2.566s  (15)
19. Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 1m20.200s  +2.962s  (15)
20. Max Chilton (Marussia-Ferrari) 1m20.844s  +3.606s  (26)
21. Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 1m21.404s  +4.166s  (33)
22. Alexander Rossi (Caterham-Renault) 1m21.757s  +4.519s  (27)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias