Alonso vê "carinho" como chave de sucesso na Ferrari

Com contrato firmado na Scuderia até o final de 2016, espanhol destaca o fato de se sentir valorizado pela equipe e pela torcida

Alonso posa com equipe na comemoração de seu aniversário

Fernando Alonso não cansa de fazer declarações de amor à Ferrari. O bicampeão, que tem contrato firmado com a Scuderia até o final de 2016, afirmou que o fato de ser bem tratado, tanto dentro da equipe, quanto pelos torcedores ferraristas, é um incentivo.

“Sinto-me muito querido pela equipe, desde o primeiro dia, e também por isso não quero sair da Ferrari. Por esse carinho e por me sentir tão valorizado por todos eles. Cada um que encontro tenta de dar força e me dá mostras de carinho.”

O espanhol já deu mostras de quanto se sentir querido pela equipe é importante para ele. Em 2007, mesmo ficando a um ponto do título, deixou a McLaren por acreditar que os ingleses jamais o apoiariam tanto quanto ao companheiro Lewis Hamilton. Na Ferrari, a história foi diferente.

“Desde que cheguei no ano passado, sempre me trataram muito bem e todos que me encontram na Itália estão me apoiando.”

Alonso afirmou que a vitória do GP da Grã-Bretanha só serviu para aumentar o otimismo em Maranello.

“Depois de Silverstone, vi a vontade na fábrica aumentar, assim como das pessoas em geral, nos restaurantes, em todos os lugares. Todos querem voltar a ganhar.”

Recentemente, o chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, elogiou a rápida adaptação do espanhol à equipe, que chegou em 2010.

“Para mim, Fernando é o piloto número um da F-1 no momento. Vejo muitas semelhanças com Michael Schumacher, um piloto que deixou sua marca na história. De fato, em algumas áreas Fernando é ainda melhor, como por exemplo a velocidade com que se integrou à equipe e tornou-se um líder.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias