Apesar de gostar da pista, Nasr prevê dificuldades em Silverstone

Vencedor na GP2 no ano passado, brasileiro acredita que C34 terá problemas com aerodinâmica na Inglaterra.

Depois de se classificar em oitavo e perder mais uma vez um lugar na zona de pontos por problemas técnicos nos freios de sua Sauber, Felipe Nasr espera virar a página do GP da Áustria no próximo final de semana, quando a Fórmula 1 fará sua visita anual à pista de Silverstone.

O piloto venceu a corrida 2 da GP2 no ano passado na pista inglesa, por isso espera usar o bom retrospecto para garantir pontos.

"Silverstone é um circuito no qual gosto de dirigir. Não é só uma das minhas pistas preferidas, mas também uma espécie de corrida em casa, porque estou morando na Inglaterra há cinco anos”, iniciou o brasileiro.

“Por isso, é sempre bom voltar para o local onde o automobilismo e seus grandes fãs estão em casa.”

Porém, Felipe não está tão otimista quando leva em conta seu pacote técnico. “O GP da Grã-Bretanha, provavelmente não será um fim de semana fácil, já que esta pista de alta velocidade requer muito downforce", ressaltou.

Marcus Ericsson também não acredita em um fim de semana fácil. "O GP da Grã-Bretanha é para mim um dos destaques da temporada. A pista é histórica e tem algumas grandes combinações de curvas. Além disso, o ambiente é único, com ótimo número de fãs fiéis, dedicados e entusiastas.

“Eu amo dirigir lá. Silverstone é uma das minhas pistas favoritas. Acredito que será um fim de semana difícil para nós, mas estou convencido de que vamos fazer o melhor possível."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Marcus Ericsson , Felipe Nasr
Equipes Sauber
Tipo de artigo Preview