Após 21 voltas, Red Bull decide abandonar teste em Jerez

Equipe tetracampeã sofre com problemas de refrigeração e anda pouco nos quatro primeiros dias de atividade de pista

A Red Bull, atual tetracampeã da Fórmula 1, decidiu se retirar da primeira sessão de testes de pré-temporada, realizada em Jerez de la Frontera, na Espanha. O time vem sofrendo com problemas de confiabilidade em seu RB10 e andou pouco nos três dias e meio de atividades de pista realizados até aqui. Os ensaios terminam na tarde desta sexta-feira.

No total, a Red Bull deu 11 voltas com o campeão Sebastian Vettel, que pilotou o carro nos dois primeiros dias de teste, e 10 com seu novo piloto, Daniel Ricciardo.

Os problemas da equipe estão relacionados à interação entre os sistemas elétricos fornecidos pela Renault, que controlam a parte de recuperação de energia da unidade de potência, e o carro. Faltaria refrigeração para que o carro consiga dar grandes sequências de voltas.

LEIA MAIS:

O co-coordenador de engenharia de corrida, Andy Damerum, explicou que a equipe buscava entender seus problemas quando uma outra falha impediu que o trabalho fosse continuado. “Fizemos sete voltas e todas as vezes que Daniel [Ricciardo] foi à pista ele conseguiu melhorias no controle do motor. Também estávamos consertando as questões que apareceram do nosso lado e progredimos”, afirmou. “No entanto, descobrimos um problema mecânico e ficou claro que não conseguiríamos consertar isso para o período da tarde, então decidimos abandonar o teste mais cedo.”

De acordo com o chefe da equipe, Christian Horner, se mostrou confiante de que os problemas serão superados. “Foi um teste difícil. Tivemos vários problemas com a Renault, como também com o arrefecimento, o que afetou nosso progresso. No entanto, mesmo com a pouca quilometragem, o que conseguimos compreender mostra que os problemas devem ser solucionáveis para o próximo teste, no Bahrein. Parte do propósito de ter um teste mais cedo que o normal era encontrar problemas antes da temporada e agora vamos focar nas simulações nas próximas semanas.”

Os campeões agora têm 20 dias para resolverem seus problemas. Os carros voltam à pista para a segunda bateria de testes dia 19 de fevereiro, no Bahrein, em outra sessão de quatro dias. Outros quatro serão realizados no final do mês, também no país árabe. A temporada da Fórmula 1 começa dia 16 de março, em Melbourne.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel , Daniel Ricciardo
Tipo de artigo Últimas notícias