Após acidente, repórteres de TV e câmeras estão banidos dos boxes

Decisão foi tomada pela FOM após cinegrafista ser atingido pela roda do carro de Webber durante o GP da Alemanha

A detentora dos direitos televisivos da Fórmula 1, a FOM, decidiu banir todos os repórteres de televisão e cinegrafistas do pitlane em todas as sessões – de treinos livres e oficiais – dos GPs.

A decisão foi tomada após um cinegrafista da própria FOM, responsável pela transmissão das corridas, foi atingido por uma roda que se soltou do carro de Mark Webber durante o GP da Alemanha.

Porém, como a FOM não controla os jornalistas de mídia escrita e fotógrafos, sua presença continua sendo permitida.

É a segunda medida tomada após o acidente. Ontem, foi anunciado que duas mudanças que haviam sido aprovadas para o ano que vem vão acontecer já nesta temporada: a partir do GP da Hungria, próxima etapa, todos os que trabalham nos carros a deverão usar proteção na cabeça, enquanto a velocidade no pitlane será reduzida de 100km/h para 80km/h. Nos circuitos de rua de Melbourne, Mônaco e Cingapura, o máximo segue sendo 60km/h. 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias