Após cirurgia para reconstrução de parte do crânio, De Villota deixa UTI

Espanhola que se acidentou em julho, quando testava pela Marussia, perdeu olho direito e ainda não está totalmente recuperada

De Villota se recupera de acidente grave

A piloto espanhola, Maria de Villota, passou por mais uma cirurgia esta semana em Madri. De Villota, que sofreu um grave acidente em julho, quando testava pela Marussia e perdeu o olho direito, passou mais de sete horas na sala de cirurgia do hospital La Paz, na capital espanhola para que fossem colocadas nove placas em seu crânio, que teve boa parte da estrutura ocular reconstruída.

A cirurgia foi considerada bem sucedida e De Villota pode deixar a UTI na última quarta-feira. “Maria começará seu processo de recuperação novamente, mas ela ainda tem a força que conhecemos e melhora a cada dia”, disse seu pai Emilio de Villota. Esta foi a primeira cirurgia sofrida por Villota, desde que surgiu em público pela primeira vez após o acidente, em outubro. Ela ainda passará por outra intervenção, porém mais leve.

De Villota se acidentou em julho, em Duxford, na Inglaterra, quando fazia testes aerodinâmicos para a Marussia. Ela perdeu o controle do carro e acabou batendo em um caminhão que estava estacionado ao lado da pista.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias