Após corrida discreta em Austin, Kova quer história diferente no Brasil

Piloto que substituiu Kimi Raikkonen chegou apenas em 14º, quase uma volta atrás do companheiro, que foi 2º

Enquanto seu companheiro andou no ritmo da Red Bull em Austin, Heikki Kovalainen, que fazia sua primeira corrida no ano, em substituição a Kimi Raikkonen teve um GP complicado. Largou em 8º, mas no lado sujo da pista e acabou perdendo várias posições no início. Depois precisou trocar o bico e acabou chegando em 14º, quase uma volta atrás do companheiro Romain Grosjean.

No Brasil, o piloto da Lotus espera um fim de semana diferente. “Em Austin, até começar a corrida, estava sendo um fim de semana muito bom, mas no Brasil tomara que tenha uma história diferente. O principal é tentar e conseguir um bom resultado. O carro é muito bom, pelo que vimos com o desempenho do Romain em Austin”, comentou o finlandês.

“Mas não quero fazer nenhuma previsão. Precisamos trabalhar bem com o carro, como fizemos em Austin. Chegar até a velocidade rapidamente. Aí entramos bem na classificação e, na corrida, é preciso evitar problemas. Se fizermos tudo isso, teremos uma corrida forte”, acrescentou o piloto.

Já Grosjean, que está se destacando neste final de temporada, espera mais uma boa corrida em um circuito que gosta muito. “Interlagos é fantástico. Não há nenhuma parte da pista que não combina com meu estilo de dirigir. O carro está bom este ano e não há nenhuma razão para acreditar que isto não se repetirá no Brasil”, afirmou.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pilotos Heikki Kovalainen , Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias