Após crítica de Massa, Pirelli muda pneus para o GP do Brasil

Brasileiro havia classificado como "muito perigosa" a escolha anterior para os compostos de Interlagos

A Pirelli atendeu aos pedidos de Felipe Massa e alterou os compostos que serão utilizados no GP do Brasil.

A fornecedora programava levar os compostos duro e médio para Interlagos, mesma combinação do ano passado. Porém, como toda a escala ficou mais dura nesta temporada, o temor do brasileiro era que houvesse dificuldade de aderência pela incapacidade de aquecer a borracha.

[publicidade] Ouvido pelo TotalRace no último domingo, na Rússia, o brasileiro classificara a escolha de “muito perigosa”. “Primeiro porque Interlagos nunca foi uma pista para usar médios e duros – se quiserem ser conservadores, que escolham médio e macio. Então é completamente inaceitável que eles tenham escolhido médio e duro.”

Com a mudança, justamente a sugestão de Massa foi atendida e serão usados os compostos macio e médio para a etapa brasileira.

“Sempre dissemos que estaríamos abertos a quaisquer mudanças se elas fossem pedidas. Depois de maiores análises do novo asfalto do circuito, além de uma avaliação do risco baixo de haver superaquecimento em caso de temperaturas extremas, tomamos essa decisão unânime junto dos 11 times”, explicou o diretor esportivo da Pirelli, Paul Hembery.

Com isso, os compostos das três últimas etapas do ano serão mais macios do que na última temporada. Na próxima etapa, dos Estados Unidos, também serão usados os macios e médios. Na corrida final, em Abu Dhabi, estarão na pista o supermacio e o macio.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias