Após ficar na brita e ser só 12º, Alonso corre na defensiva

Com carro desequilibrado, resta ao espanhol apostar que pode tirar vantagem dos jogos de pneus não utilizados

Alonso larga apenas em 12º na Austrália

O rendimento da Ferrari não ajudou, mas a rodada de Fernando Alonso nos primeiros minutos do Q2, logo após fazer sua primeira volta lançada, arruinou de vez as chances da equipe italiana conseguir se colocar entre os 10 primeiros no grid de largada do GP da Austrália. Após ficar preso na brita, o espanhol teve de amargar a 12ª posição.

“Eu entrei um pouco na grama na freada, o carro decolou e acabei na brita. Consegui manter o motor funcionando e esperava que conseguissem me empurrar de volta. Amanhã vamos correr de forma defensiva e tentar fazer o que pudermos, esperando tirar o máximo dos quatro jogos de pneus novos que temos”, explicou.

De acordo com o diretor técnico Pat Fry, a escapada muito provavelmente custou um lugar entre os 10 primeiros para Alonso, ainda que a Ferrari não esperasse muito mais do que isso.

“É verdade que, com Fernando, poderíamos ter chegado ao Q3 com relativa facilidade, dado que ele fez sua única volta no Q2 com macios usados, mas não acho que conseguiríamos nos classificar mais acima da quarta fila”, admitiu.

Para o espanhol, a saída é colocar a cabeça no lugar e trabalhar. “É verdade que nosso objetivo no começo do ano era lutar pela vitória desde o começo, não conseguimos fazer isso, mas será uma longa temporada e tudo o que podemos fazer é trabalhar em melhorar a performance. Não tem porque ficar nervoso, não adianta nada.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias