Após grande corrida, Mercedes detona críticos da atual F1: "Idiotas"

Niki Lauda, Paddy Lowe e Toto Wolff alfinetam Bernie Ecclestone e Luca di Montezemolo, após GP do Bahrein

Líder dos mundiais de pilotos e construtores com larga vantagem, a Mercedes realmente não tem do que reclamar sobre a atual temporada. Após o emocionante GP do Bahrein, então, o time ganhou novos argumentos a favor do atual regulamento da F1 e rebateu fortemente os críticos.

“Qualquer um que diga que isto é tedioso é um idiota”, disse o presidente não executivo da equipe, Niki Lauda, ao Auto Motor und Sport. “Toda essa besteira que falam sobre o barulho dos motores e a questão do combustível... Foi uma das melhores corridas que já vi na minha vida. Espero que Bernie (Ecclestone) e Luca (Di Montezemolo) tenham tempo para assisti-la na TV”, acrescentou o tricampeão, referindo-se ao Presidente da Ferrari e ao homem-forte da FOM, dois dos principais críticos das regras atuais e que deixaram Sakhir na metade da corrida domingo.

Paddy Lowe, chefe da equipe alemã, e Toto Wolff foram na mesma linha de Lauda: “Esta foi exatamente a resposta necessária para aqueles que acham que a Fórmula 1 está inaceitável para os fãs”, disse Lowe.

“Foi a melhor propaganda para a Fórmula 1. E quando isso era urgentemente necessário”, opinou o executivo.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Tipo de artigo Últimas notícias