Após treino discreto em Suzuka, Maldonado quer voltar ao Q3 na Coreia

Piloto terminou em oitavo no Japão, mas diz que teve bom ritmo de corrida e que treinando melhor pode ir bem mais longe

Maldonado durante o GP do Japão

Não é tão comum Pastor Maldonado passar despercebido por uma corrida. Seja andando bem desde os treinos ou seja se envolvendo em acidentes e sofrendo punições. Mas Suzuka foi uma dessas provas em que o venezuelano apareceu pouco: fez um treino discreto, ficando no Q2 e no domingo correu o suficiente para terminar em oitavo. Para a corrida desse fim de semana, na Coréia, Maldonado espera voltar a se classificar para o Q3 para ter chance de pontuar mais.

“Podemos ser melhor na classificação do que fomos no Japão. Sabemos que a diferença entre passar ou não para o Q2 ou Q3 é muito pequena, decidida por um ou dois décimos de segundo, mas temos condições de alcançar o Q3 na Coréia. O objetivo é esse, já que no Japão mostramos um bom ritmo de corrida”, comentou ao sportinglife.com.

O venezuelano disse que o segredo para ir bem na Coréia é acertar o carro para lidar bem com o baixa aderência da pista. “O circuito é um tanto diferente dos outros, mas gostamos de pilotar lá, estou ansioso para começar a correr lá. O último setor tem uma boa combinação de curvas e é muito técnico. Precisamos trabalhar para achar o melhor set-up pensando na baixa aderência da pista”, explicou Maldonado, que ainda acredita ser possível repetir esse ano a vitória conquistada em Barcelona.

“Por que não? Tudo é possível. Estávamos perto do pódio em Cingapura até que o carro quebrou”, recordou. Com o oitavo lugar conquistado no último GP, o piloto da Williams chegou aos 33 pontos e ocupa a 15ª posição no campeonato.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Coreia
Pilotos Pastor Maldonado
Tipo de artigo Últimas notícias