Aposentado, Heinz-Harald Frentzen 'troca' velocidade para guiar carros funerários

Piloto alemão esteve por uma década na categoria máxima do automobilismo

Heinz-Harald Frentzen agora guia carros funerários
Piloto da Fórmula 1 entre 1994 e 2003, Heinz-Harald Frentzen vive uma nova fase na vida. Aposentado do automobilismo e longe das pistas, o alemão de 47 anos atualmente dirige carros funerários da empresa da própria família. Foi o próprio ex-competidor da categoria máxima do automobilismo quem revelou a história à imprensa.
 
[publicidade]“A minha irmã assumiu a administração dos negócios, e eu ajudo conduzindo o veículo negro pelas ruas de Mönchengladbach”, contou Frentzen, em entrevista ao jornal ‘Express’.
 
Participante ativo da empresa dos familiares, Frentzen assumiu a função de ajudar a funerária depois da morte do pai, ocorrida em março. O ex-piloto de F1, vice-campeão em 1997 com a Williams, não se vê de volta às competições de automobilismo, mas pondera.
 
“Nunca deve se dizer nunca”, disse o alemão, antes de mostrar-se até certo ponto interessado de pilotar na Fórmula-E.
 
“Já testei um Fórmula-E e achei interessante. O conceito permite o desenvolvimento de qualquer maneira. Pode-se, por exemplo, desenvolver o conceito das bateria substituíveis ao invés de somente se preocupar com o carro”, encerrou.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias