Ascanelli compara Vettel a Senna e descarta Schumi

Engenheiro italiano se diz honrado em ter trabalhado com dois talentos naturais como o brasileiro, na McLaren, e com o atual campeão, na Toro Rosso

Ascanelli e Vettel, quando a Toro Rosso venceu em Monza/2008

Em entrevista ao jornal alemão "Sport Bild", Giorgio Ascanelli se derreteu em elogios a Sebastian Vettel. O veterano engenheiro comparou o atual campeão da F-1 a Ayrton Senna.

A comparação não é sem fundamento: Ascanelli trabalhou por anos no staff técnico da McLaren, vivendo parte da fase de ouro de Senna no time inglês, incluíndo a temporada de 1993, na qual o brasileiro foi vice-campeão com cinco vitórias, em um duelo desleal com a Williams de Alain Prost.
 
Hoje na Toro Rosso, o simpático engenheiro italiano teve a chance de trabalhar com Vettel em 2008, dando a ele sua primeira vitória na categoria. "Sou muito sortudo. Duas vezes na minha vida, experimentei a perfeição: primeiro, com Senna; agora, com Vettel", disparou.
 
Contudo, Ascanelli não citou Michael Schumacher, maior recordista de todos os tempos da F-1, com quem teve a chance de trabalhar na Ferrari. E explicou os motivos: "Michael foi diferente, pois teve de trabalhar mais forte por seu sucesso do que Senna e Vettel. Com eles a coisa é diferente", completou.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias