Atual campeão, Vettel aposta em uma corrida caótica em Melbourne

Alemão torce para que excesso de pit stops não transforme as corridas numa loteria. Ele também não quer pensar ainda em disputa do título

Sem olhar para trás: Vettel diz que já esqueceu 2010 e que a concentração no Mundial é total

Uma velha máxima da Fórmula 1 dá conta que renovar um título é mais difícil do que ganhá-lo pela primeira vez. O último a conseguir isso foi o espanhol Fernando Alonso, bicampeão em 2005/06. E a bola da vez é Sebastian Vettel. O TotalRace ouviu o piloto da Red Bull, que usou uma interessante lição de anatomia para deixar claro que não tem a menor preocupação com isso.

“Ainda é cedo para pensar nisso. O final do campeonato está muito longe, minha concentração é no início. Posso até pensar no que houve ano passado, mas o homem foi feito com os olhos para frente e é lá que eu miro. Teremos um ano emocionante e espero conseguir me sobressair novamente. Vou trabalhar para isso”, afirmou Vettel.

Sobre as expectativas para o final de semana, o alemão admitiu que prevê uma corrida caótica. “Teremos muitas paradas nos boxes para cada carro. Com 24 deles na pista, serão muitas mesmo”, apontou.

Sentado no modelo que se mostrou o melhor da temporada, Vettel torce apenas para que tantas variáveis não transformem as provas em uma grande loteria. “Torço para que a base do esporte não mude e que o mais veloz ainda saia vencedor. Estamos aqui para descobrir isso. Na pilotagem em si não vai mudar muita coisa, mas acho que a corrida será mais caótica pelo excesso de pit stops”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias