Austrália anuncia renovação do contrato até 2020

Apesar da resistência popular e de ambientalistas, corrida seguirá em Melbourne, mas não será noturna

O governo da região de Victoria acertou a renovação da realização do GP da Austrália por mais cinco anos, mantendo a corrida em Albert Park até 2020.

O premiê Denis Napthine anunciou o acordo, mas não deu detalhes sobre os valores do contrato. Porém, confirmou que o evento seguirá sendo a prova que inaugural o Campeonato, ainda que não seja transformada em uma prova noturna, como queria o promotor da Fórmula 1, Bernie Ecclestone. Atualmente, por conta do fuso horário, a corrida tem largada às 17h, três horas depois do padrão da maioria dos outros GPs.

[publicidade]“É um anúncio sensacional que reafirma Melbourne e Victoria como a capital esportiva do mundo”, disse Napthine. “Asseguramos outro contrato de cinco anos e conseguimos um acordo melhor para as pessoas daqui do que o acordo vigente.”

A prova da Austrália sofre resistências tanto entre ambientalistas, quanto da população em geral, devido aos custos arcados pelo governo, que dá subsídios de quase 100 milhões de reais. Contudo, o premiê defende a política. “Estamos investindo um dinheiro que nos dá retorno. Há uma grande competição ao redor do mundo para sediar GPs. Posso dizer que havia uma pequena cidade em um estado bem perto que estava querendo pegar esse GP”, revelou o político, sem dar mais detalhes.

O GP da Austrália é realizado em Melbourne desde 1996. Antes, era sediado em Adelaide.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias