Autódromo do México batiza última curva em homenagem a Mansell

Campeão de 1992 tem relembrada grande manobra feita sobre Gerhard Berger durante GP do México de 1990

Respeitando uma das maiores ultrapassagens feitas na história do campeonato mundial, no GP do México de 1990, os organizadores da corrida – que volta neste ano ao calendário da F1 – renomearam a última curva da pista.

Nigel Mansell fez uma linda manobra por fora de Gerhard Berger naquela prova, na antiga, ondulada e temida curva Peraltada. Com a mudança do traçado para o GP deste ano, cortando-se no meio a curva em questão, o nome de Nigel foi dado à nova última curva – que era o fim da Peraltada.

Falando sobre a decisão, Mansell disse: "Quando eu descobri que a curva seria batizada, é claro que fiquei encantado, lisonjeado, orgulhoso e feliz de maneira igual.”

"A notícia imediatamente trouxe à mente a minha ultrapassagem inesperada em Gerhard Berger, na antiga curva Peraltada, quando cheguei em segundo atrás do meu companheiro de equipe na Ferrari, Alain Prost, em 1990.”

"Não consigo acreditar que isso foi há 25 anos e que faz 23 anos desde minha última vitória nesta pista.”

“Eu tenho observado cuidadosamente o que os organizadores tem feito. Estou realmente ansioso para ver como está a pista por mim mesmo ainda este ano."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do México
Pista Autodromo Hermanos Rodriguez
Pilotos Nigel Mansell
Tipo de artigo Últimas notícias