Barbeiragem com Massa faz Ericsson largar dos boxes em Mônaco

Comissários julgaram que sueco foi "imprudente" e punem o piloto que tirou o brasileiro da classificação

Depois de tirar Felipe Massa da classificação do GP de Mônaco ao colidir com a Williams mesmo com o brasileiro lhe dando espaço para passar, o sueco Marcus Ericsson foi punido e vai largar dos boxes na corrida deste domingo. A decisão de puni-lo desta maneira foi tomada pois o piloto da Caterham se classificou na última posição. Ericsson também levou dois pontos pelo erro.

Os comissários julgaram que o estreante nesta temporada foi “imprudente”. O incidente ocorreu nos instantes finais do Q1 e Massa, mesmo tendo se qualificado para seguir adiante, acabou não conseguindo voltar aos boxes após a batida e vai largar em 16º.

Dentro do top 10, Daniil Kvyat foi repreendido por ter segurado Pastor Maldonado em sua volta rápida. Confira como foi o treino para o décimo colocado Sergio Perez e quem ficou de fora do Q3.

[publicidade]Sergio Perez, 10º, Force India: “Ainda que seja bom estar no top 10, estou me sentindo um pouco desapontado por não estar mais acima no grid. Minha volta rápida foi muito difícil porque fritei o pneu na freada da chicane, então definitivamente poderia ter sido mais rápido.”

Nico Hulkenberg, 11º, Force India: “Um lugar no Q3 estava perto, a menos de um décimo, mas não estou muito desapontado porque estou muito feliz com minha volta no Q2. Faltou um pouquinho porque é muito difícil conseguir uma volta perfeita em Mônaco. Largando em 11º, tenho um jogo extra de pneus e será uma longa corrida.”

Romain Grosjean, 14º, Lotus: “Infelizmente não fomos rápido o bastante. Esperávamos que o calor pudesse nos ajudar, mas não aconteceu. Foi uma classificação difícil mesmo que o equilíbrio do carro não estivesse ruim, só um pouco lento nas curvas lentas.”

Pastor Maldonado, 15º, Lotus: “A pista não está nos favorecendo neste final de semana. Não conseguimos colocar temperatura nos pneus, que parecem duros demais para Mônaco. Também sofri muito com o tráfego, que não ajudou.”

Esteban Gutierrez, 17º, Sauber: “Não foi uma classificação positiva para a equipe, então não podemos ficar contentes. Estamos quase chegando no Q2, então qualquer pequeno problema na pista nos afeta muito. Hoje o grande problema foi fazer uma volta limpa.”

Adrian Sutil, 18º, Sauber: “Tivemos azar com as duas bandeiras amarelas no final do Q1. É uma pena, mas isso pode acontecer em Mônaco. Não conseguimos mostrar o que poderia ter sido possível.”

Jules Bianchi, 19º, Marussia: “Seria difícil passar para o Q2, mas acho que tínhamos uma chance. Minha volta foi comprometida pelas bandeiras amarelas e o tráfego e eu perdi cerca de meio segundo.”

Max Chilton, 20º, Marussia: “Estou muito contente com nossa classificação. Acho que temos um bom carro para a corrida. Vimos alguns incidentes que lembram como esse circuito pode ser complicado, com chance de Safety Car, então temos de aproveitar as oportunidades.”

Kamui Kobayashi, 21º, Caterham: “Não tínhamos ritmo e acabamos ficando em penúltimo. É justo dizer que foi um final de semana muito duro mas é a corrida que conta e, se as previsões estiverem certas, pode chover e qualquer coisa pode acontecer.”

Marcus Ericsson, 22º, Caterham: “Na minha última volta, eu estava atrás de Massa e saí da trajetória um pouco, o que fez com que tivesse de mudar meu ponto de freada. Eu fritei os pneus, foi um erro meu. É uma pena que tenha tirado-o do treino, mas quero deixar essa classificação para trás.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias