Barrichello avalia novas partes e fica satisfeito com décimo lugar

Brasileiro da Williams vê progresso do modelo FW33 e prevê uma "aventura" no domingo, por conta dos pneus traseiros esfarelando

Rubens Barrichello

Décimo colocado nesta sexta-feira, Rubens Barrichello ficou satisfeito com o desempenho da Williams nas longas retas de Montreal. Ouvido pelo TotalRace, o piloto brasileiro afirmou que andou com um carro diferente do parceiro Pastor Maldonado e foi detectado um progresso em relação às outras etapas

"A gente testou boas coisas pela manhã e, à tarde, andamos com coisas que foram testadas no túnel de vento. Estava com o carro diferente do Maldonado, eu com um assoalho novo e ele com uma asa, e conseguimos bons dados", comenta o veterano.
 
"Demos um passinho para a frente, mas precisamos saber quanto o pessoal andou. É impossível fazer uma análise e eu ficaria em 12º se os dois carros da Mercedes não tivessem andado com muita gasolina. Essa posição é melhor do que o que aconteceu nos outros GPs."
 
Barrichello também admitiu que o problema dos pneus traseiros continua neste ano, mesmo a fabricante ser diferente da ocasião anterior: "Aqui tem o famoso graining no pneu traseiro esquerdo e aquela velha história do ano passado vai se repetir aqui. Acredito que a estratégia será de alguns pits a mais que Mônaco."
 
Por fim, o piloto de 39 anos acredita que a prova promete. "Será um GP agitado, de muitas aventuras, com alguns safety cars na pista, isso na minha visão. Bem como mônaco, temos grandes oportunidades de bons pontos e precisamos usar a estratégia e os pneus da melhor forma. Essa situação dos pneus escorregarem mais torna difícil a coisa. Tem muita gente saíndo e batendo, mas essa que será a emoção do domingo."
 
(Colaborou Luis Fernando Ramos, de Montreal)
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Rubens Barrichello
Tipo de artigo Últimas notícias