Barrichello bate, fica em 18º e reclama de equilíbrio

Piloto da Williams diz ter evitado outras batidas durante os treinos e cita falta de competitividade em Suzuka

Barrichello observa carro batido

Depois de sofrer um acidente e ficar boa parte da segunda sessão parado, Rubens Barrichello obviamente torceu o nariz para a 18ª posição obtida nesta sexta-feira.

O piloto da Williams admite que o carro está ruim e que evitou outras batidas durante a sessão, uma vez que sente não ter o equilíbrio ideal em seu equipamento, principalmente na parte traseira.
 
"Parece que realmente coloquei uma roda na grama. Tive um furo do pneu na manhã que não me deixou andar muito e à tarde tive a batida. Temos muita lição de casa para fazer e não estamos competitivos", analisa.
 
"A posição real seria à frente dos novatos. Faria o normal 15° ou 16°. O carro não está competitivo e em uma pista que depende do equilíbrio nós estamos longe disso. A traseira do carro está para lá de ficar boa e aconteceram muitas outras quase batidas", ressalta.
 
"O carro deste ano é tão ruim que não dá para fazer mudanças nem avaliações para 2012", conta. Já seu parceiro, Pastor Maldonado, foi 21º e também não teve motivos para comemorar: 

"Um problema de motor me fez parar cedo no segundo treino. É minha primeira vez em Suzuka e realmente preciso de mais voltas. Vamos ter de aproveitar ao máximo o treino de amanhã."
 
(Colaborou Luis Fernando Ramos, de Suzuka)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Rubens Barrichello
Tipo de artigo Últimas notícias