Bernie Ecclestone prorroga prazo para GP dos Estados Unidos

Organizadores da prova, marcada para estrear no final do ano que vem, estão com problemas de financiamento

Ecclestone: dinheiro e caneta

Bernie Ecclestone estendeu o prazo para os organizadores do GP dos Estados Unidos de 2012 resolverem os problemas internos e de financiamento e salvarem o evento, cuja estreia estava prevista para o final do ano que vem.

“Ainda estamos tentando fazer a corrida acontecer. Eles precisam de algum dinheiro e uma caneta... o quanto antes”, afirmou à agência de notícias AP.

O presidente da empresa que cuida dos direitos comerciais da F-1, a FOM, havia quebrado o contrato com os norte-americanos depois de deixar de receber garantias de pagamento. Ecclestone agora negocia diretamente com os donos do circuito.

A nova data-limite seria na próxima quarta-feira, dia de reunião do Conselho Mundial.

“Se não estiver tudo assinado antes disso, não vai acontecer”, garantiu Ecclestone.

Caso a F-1, afastada dos Estados Unidos desde 2007, não volte ao país ano que vem, uma corrida em Nova Jersey já está acordada para estrear em 2013.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias