Bianchi vence facilmente primeira bateria do Desafio das Estrelas

Inconstância do clima força duas largadas, mas francês não encontra tempo ruim e termina sete segundos à frente de Alguersuari

Estreante no evento, Bianchi dominou primeira bateria (Foto Miguel Costa Jr.)

Em uma corrida marcada pela inconstância do tempo, Jules Bianchi deu um baile e saiu na frente na edição de 2011 do Desafio das Estrelas.

O francês, piloto de testes da Ferrari, se aproveitou de uma péssima largada do pole Vitantonio Liuzzi (que decepcionou e despencou pelas tabelas) e abriu uma enorme vantagem para Felipe Massa, vencendo com 7s487 de diferença para o segundo colocado, que não foi o brasileiro.

A segunda posição ficou com um dos destaques da prova, Jaime Alguersuari, que largou em quinto e foi escalando o pelotão, travando dois belos duelos com Antonio Pizzonia e Massa, superando o brasileiro em 0s051. Nelsinho Piquet e Pizzonia apareceram logo em seguida, em quarto e quinto, sem serem incomodados.

Fechando os seis primeiros, outro destaque: Rubens Barrichello, que largou da 24 posição e fez nada menos que 18 ultrapassagens. Com a oitava posição, atrás de Jerome D'Ambrosio, Lucas Di Grassi obteve o direito de largar na pole position da segunda corrida, que acontece às 11 horas do domingo.

A prova chegou a ter a primeira largada abortada por conta da garoa forte que começava e parava a todo instante. No decorrer da competição, a água parou de cair do céu e a pista criou um trilho. Como corrida, a emoção foi pouca, mas o espetáculo, com disputas intensas no meio do pelotão, agradou o público que marcou presença na Arena Sapiens.

 

1ª Bateria - Desafio das Estrelas:

1º. Jules Bianchi (FRA), 25 voltas em 26min17s395

2º. Jaime Alguersuari (ESP), a 7s487

3º. Felipe Massa (BRA), a 7s358

4º. Nelsinho Piquet (BRA), a 20s280

5º. Antônio Pizzonia (BRA), a 21s062

6º. Rubens Barrichello (BRA), a 22s529

7º. Jérôme D’Ambrosio (BEL), a 25s620

8º. Lucas Di Grassi (BRA), a 29s376

9º. Allam Khodair (BRA), a 29s788

10º. Luciano Burti (BRA), a 35s827

11º. Vitantonio Liuzzi (ITA), a 38s301

12º. Ricardo Zonta (BRA), a 38s406

13º. Tony Kanaan (BRA), a 38s982

14º. Cacá Bueno (BRA), a 39s209

15º. Xandinho Negrão (BRA), a 39s262

16º. Vítor Meira (BRA), a 40s254

17º. Bia Figueiredo (BRA), a 40s308

18º. Adrian Sutil (ALE), a 42s598

19º. Leonardo Nienkotter (BRA), a 43s513

20º. Hélio Castroneves (BRA), a 43s584

21º. Enrique Bernoldi (BRA), a 47s417

22º. Max Wilson (BRA), a 47s730

23º. Gianni Morbidelli (ITA), a 52s894

24º. Pastor Maldonado (VEN), a 2 voltas

25º. Christian Fittipaldi (BRA), a 3 voltas

26º. Pietro Fittipaldi (BRA), a 3 voltas

27º. Tuka Rocha (BRA), a 5 voltas

 
Não terminaram:

Popó Bueno (BRA), 9 voltas

Marcos Gomes (BRA), 3 voltas

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias