Boa parte da "turma do fundão" mostrar satisfeita com classificação

Toro Rosso, Caterham, Marussia e Hispania, nesta ordem, formam a lanterna do grid de largada em Hungaroring

Jean-Eric Vergne, 16°: "Sinto que extraí o máximo do carro e acho que não poderia ter ido mais rápido. Melhoramos no seco e chegamos um pouco nos carros à frente. O long run que fizemos pela manhã foi muito bom. Parece que encontramos um pouco mais de performance e podemos esperar uma boa corrida amanha."

Daniel Ricciardo, 18°: "É frustrante e decepcionante não chegar ao Q2. Esta foi a primeira vez que fiquei preso no Q1. Uma Lotus saiu dos pits à minha frente e ficou lá por boa parte da minha volta. Estou confiante em ter uma primeira volta boa para compensar essa decepção de hoje."
 
Heikki Kovalainen, 19°: "Foi um dia positivo. No TL3 o carro se mostrou imediatamente bem equilibrado, com mais aderência. Tirei o máximo que pude do carro. Fiquei feliz com a última volta, pois não cometemos erros e fiquei bem contente com o equilíbrio final do carro. Vamos continuar acelerando como sempre na corrida."
 
Vitaly Petrov, 20°: "O dia começou bem com as mudanças feitas na dirigibilidade geral do carro. Acertamos na estratégia na classificação, mas perdi um pouco de tempo na curva 11 em minha segunda volta. Mas estou feliz e sinto que progredimos."
 
Charles Pic, 21°: "No geral, estou bem feliz com minha classificação. Meu primeiro set de pneus macios não foi bom, pois mexi na asa dianteira e tive muita vibração. No segundo set estava bem mais feliz, mas não encontrei uma volta limpa, assim como aconteceu em Hockenheim."
 
Timo Glock, 22°: "Não uma boa classificação da minha parte. Não conseguimos fazer as mudanças corretas do TL3 para a classificação. O carro estava nervoso nas freadas e entradas de curvas, um sinal que não tomamos a direção certa. Cometi erros travando as rodas dianteiras e perdendo a traseira do carro."
 
Pedro de la Rosa, 23°: "Acho que foi uma boa sessão. Estou feliz, pois, passo-a-passo, estamos melhorando. Hoje conseguimos andar na casa de 1min25 e superamos o problema de aquecimento dos pneus. Fomos capazes de acelerar e, se formos objetivos, agora é nossa hora."
 
Narain Karthikeyan, 24°: "Dada a temperatura ambiente, o carro começou a superaquecer um pouco, então tivemos que fazer pequenos cortes na carenagem, o que nos fez perder um pouco de downforce. Isso nos custou alguns décimos."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias