Bom rendimento da Williams tem data para acabar, diz McLaren

Chefe do time inglês acredita que Massa e Bottas só andaram bem na Áustria por causa do tipo de pista

A McLaren não acredita que a Williams conseguirá repetir a grande performance do GP da Áustria tão cedo. O time de Felipe Massa e Valtteri Bottas fechou a primeira fila no grid de largada e chegou em terceiro e quarto lugares na corrida, disputando de igual para igual com a Mercedes, que venceu sete das oito etapas disputadas até aqui.

[publicidade]Para o chefe da McLaren, Eric Boullier, a tendência é que essa realidade mude nas próximas provas. “É interessante porque isso mostra que tivemos uma relação de forças entre as equipes um pouco estranha em algumas corridas devido às características da pista”, afirmou o dirigente.

“A Williams fez um bom carro – eles têm algumas fraquezas, mas muitos pontos fortes em alguns tipos de pista. Em um circuito travado como Mônaco eles não foram bem, mas em uma pista com mais chicanes e longas retas, como Canadá e Áustria, dá para ver que eles tinham um bom rendimento.”

Boullier destacou ainda o papel da unidade de potência da Mercedes no bom rendimento da Williams. “Esse ano é muito ditado pela unidade de potência, a dirigibilidade do carro e como você usa sua energia – acho que é por isso que temos essa mudança na classificação dependendo da pista.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias