Bottas chega a assustar, mas não rouba pole de Hamilton na Rússia

Finlandês vinha com parciais melhores até as últimas duas curvas; inglês faz sétima pole da temporada

Valtteri Bottas surpreendeu e chegou a ameaçar, mas ninguém conseguiu roubar a pole de Lewis Hamilton no primeiro GP da Rússia da história. Líder em todas as partes da classificação, o inglês sai da pole pela sétima vez na temporada, deixando o rival Nico Rosberg em segundo.

Em um dia em que a Williams se mostrou rápida, Felipe Massa sofreu com um problema no motor e não conseguiu sequer passar do Q1, ficando em 18º. O speed trap mostrava que o carro do brasileiro era cerca de 20km/h mais lento que o do companheiro nas retas. Assim, Massa ficou de fora de um treino em sua primeira parte pela primeira vez desde o GP de Mônaco do ano passado.

Q1

Enquanto Hamilton e Rosberg se alternavam na primeira colocação – com o inglês comprovando a supermacia vista até ali e ficando na frente no final – e eram seguidos por Valtteri Bottas, Felipe Massa tinha dificuldades com sua Williams.

Com quatro minutos para o final, o piloto brasileiro reclamava que seu motor não funcionava adequadamente. Mesmo assim, continuava na pista tentando melhorar seu tempo, mas sem sucesso: Massa não apenas foi eliminado no Q1, como também foi superado pela Caterham de Marcus Ericsson, ficando em 18º.

Pelo rádio, o brasileiro questionou por que a equipe não o chamou para os boxes para resolver o problema durante a sessão, e ouviu a resposta de que não haveria tempo hábil para tal.

Assim, as últimas posições do grid ficaram com Ericsson, Massa, Kamui Kobayashi, Max Chilton e Pastor Maldonado, que ainda cumpre o resquício de punição sofrida na última etapa, por troca de elementos da unidade de potência.

Q2

A história se repetiu na segunda parte da classificação: Hamilton na frente, Rosberg em segundo e outro habitué do top 10 tendo problemas. Desta vez, foi Sebastian Vettel que sofreu com os freios de sua Red Bull e não conseguiu passar para a fase seguinte do treino.

Em compensação, enquanto uma Red Bull sofria, a equipe satélite dos austríacos, a Toro Rosso, brilhava, com o piloto da casa Daniil Kvyat particularmente inspirado: o russo terminouo o Q2 em quinto e seu companheiro, Jean Eric-Vergne, também passou para o Q3, em 10º.

Vettel encabeçou a lista dos eliminados, que contou ainda com Hulkenberg (que perde 5 posições no grid e larga em 17º), Perez, Gutierrez, Sutil e Grosjean.

Q3

Na definição do top 10, a falta de degradação de pneus fez com que os pilotos permanecessem por várias voltas na pista, gerando uma batalha emocionante pela pole entre os dois pilotos da Mercedes e Bottas.

Hamilton, como vinha fazendo desde a tarde de sexta-feira, ditou o ritmo, mas Rosberg e o finlandês estiveram mais próximos na luta pela pole. O piloto da Williams chegou a aparecer após a segunda parcial com um tempo melhor do que o de Hamilton, mas errou nas últimas duas curvas e acabou em terceiro lugar.

A quarta colocação ficou com Button, seguido de Kvyat, Ricciardo, Alonso, Raikkonen e Vergne. Magnussen foi o sexto, mas foi punido por uma troca de câmbio e larga em 11º, promovendo Vettel ao top 10. O GP da Rússia tem largada às 8h.

Confira o grid do GP da Rússia

1. Lewis Hamilton Grã-Bretanha Mercedes-Mercedes 1m 38.513s 
2. Nico Rosberg Alemanha Mercedes-Mercedes 1m 38.713s 
3. Valtteri BottasFinlândia Williams-Mercedes 1m 38.920s 
4. Jenson Button Grã-Bretanha McLaren-Mercedes 1m 39.121s 
5. Daniil Kvyat Rússia Toro Rosso-Renault 1m 39.277s 
6. Daniel Ricciardo Austrália Red Bull-Renault 1m 39.635s 
7. Fernando AlonsoEspanha Ferrari-Ferrari 1m 39.709s 
8. Kimi Raikkonen Finlândia Ferrari-Ferrari 1m 39.771s 
9. Jean-Eric Vergne França Toro Rosso-Renault 1m 40.020s 

10. Sebastian Vettel Alemanha Red Bull-Renault 1m 40.052s 
11. Kevin Magnussen Dinamarca McLaren-Mercedes 1m 39.629s** 
12. Sergio Perez México Force India-Mercedes 1m 40.163s 
13. Esteban Gutierrez México Sauber-Ferrari 1m 40.536s 
14. Adrian Sutil Alemanha Sauber-Ferrari 1m 40.984s 
15. Romain Grosjean França Lotus-Renault 1m 41.397s 

16. Marcus Ericsson Suécia Caterham-Renault 1m 42.648s 
17. Nico Hulkenberg Alemanha Force India-Mercedes 1m 40.058s** 
18. Felipe Massa Brasil Williams-Mercedes 1m 43.064s 
19. Kamui Kobayashi Japão Caterham-Renault 1m 43.166s 
20. Pastor Maldonado Venezuela Lotus-Renault 1m 43.205s* 
21. Max Chilton Grã-Bretanha Marussia-Ferrari 1m 43.649s** 
**punido por troca de câmbio
*punido por troca de elemento da unidade de potência

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias