Bottas se irrita com manobra de Maldonado na última volta

Finlandês disse que companheiro de Williams forçou demais e que teve de sair da pista para não bater

Não foi apenas na que houve polêmicas entre companheiros de equipe no GP do Japão. Na Williams, Valtteri Bottas não gostou da manobra de Pastor Maldonado na última volta da corrida.

O finlandês teve de sair da pista para evitar bater com o companheiro de equipe.  A manobra aconteceu na chicane, mesmo palco da batida que definiu o campeonato de 1989 entre Senna e Prost.

“Estava tentando bloqueá-lo do lado de dentro, mas ele freou tão tarde que não tinha para onde ir e fui reto na chicane, então foi muito arriscado”, afirmou à Autosport.“Se tivesse mantido minha linha, teríamos batido com certeza. Talvez não tenha sido a manobra mais justa, havia um grande risco de batermos.”

Para Maldonado, a disputa foi limpa. “Era a última volta e todos os carros estavam passando-o”, disse o venezuelano. Bottas tinha pneus muito desgastados. “Ele saiu mal da curva anterior e eu estava bem mais rápido. Ele deixou o espaço e eu tentei. Foi apertado, mas foi limpo.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Pastor Maldonado , Valtteri Bottas
Tipo de artigo Últimas notícias