Briga por vaga na Toro Rosso em 2012 promete ir até o fim do ano

Ricciardo tenta mostrar serviço na Hispania, enquanto Buemi e Alguersuari decidem quem fica – e ganham mais tempo para se firmar

Buemi e Alguersuari lutam por vaga na Toro Rosso ano que vem

Uma batalha está se desenhando do meio para o final do grid. Com toda a conversa de que Mark Webber estaria negociando sua renovação para continuar na Red Bull, fica a expectativa para quais serão os pilotos da outra equipe da empresa de energéticos, a Toro Rosso.

Em seu segundo ano com Sebastien Buemi e Jaime Alguersuari, o ex-time de Sebastian Vettel ainda não sabe o que acontecerá ano que vem de acordo com seu chefe, Franz Tost. “Não sei ainda qual será nossa dupla de pilotos em 2012. Isso será decidido pela Red Bull no final da temporada.”

O grande motivo para a dúvida é a ascensão de Daniel Ricciardo. O piloto, que estava participando das sessões de sexta-feira na Toro Rosso para ganhar experiência, estreou no GP da Grã-Bretanha como piloto titular da Hispania.

“No início da temporada, Riccardo estava conosco nas sextas-feiras de manhã por 90 minutos para aprender os circuitos, como o time fuciona, como dar retorno técnico, como trabalhar com os engenheiros e até como se portar em atividades de marketing e com a imprensa. Agora ele tem a chance de correr, então só vejo vantagens nisso.”

A promoção de Ricciardo a piloto titular em uma equipe que não a própria Toro Rosso dá mais tempo para Buemi e Alguersuari mostrarem serviço. Depois do suíço dominar o companheiro nas primeiras etapas do ano, o espanho reagiu, marcou pontos nas últimas três provas – em todas as oportunidades largando em 18º – e se tornou uma pedra no sapato de Ricciardo, como o próprio Tost reconhece.

“Ele não pode pilotar pela Toro Rosso porque temos dois pilotos que estão fazendo um bom trabalho. E participar dos treinos livres não é o mesmo que completar um final de semana de corrida, então ele estará muito mais bem preparado no próximo ano.”

Falando ao TotalRace logo após sua corrida de estreia, o australiano deu razão ao ex – e talvez futuro – chefe.

“Os últimos cinco dias tiveram um ritmo muito intenso. Tenho certeza de que vou dormir bem esta noite, tentar recuperar as energias para atacar Nurburgring, Budapeste e depois teremos uma pausa. Vamos ver o que acontece.” 

(Colaborou Luis Fernando Ramos, de Silverstone)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Sébastien Buemi , Jaime Alguersuari
Tipo de artigo Últimas notícias