Bruno Senna celebra ajuda de Alexander Wurz na Williams

"Vou pegar o cérebro dele inteiro e desmontar para aprender com a experiência que ele tem, ela vai ser muito útil para mim", afirmou o brasileiro

Alexander Wurz correu na Williams em 2007 e volta ao time como consultor dos pilotos

O austríaco Alexander Wurz já está em ação nesta semana em Barcelona para sua nova função: mentor dos pilotos da equipe Williams. E se mostra animado com a tarefa. “Será um trabalho muito interessante. Os pilotos são muito inteligentes e é claro que o trabalho não será o de dizer o que fazer na pista, mas muito mais o de se concentrar em cima dos detalhes que os permitirão andar no máximo de suas capacidades o tempo todo”, afirmou em entrevista à tevê austríaca ÖRF.

Bruno Senna, que fez ontem sua única participação na semana, celebrou a presença de Wurz na equipe. “Vou pegar o cérebro dele inteiro e desmontar para aprender com a experiência que ele tem, ela vai ser muito útil para mim”, afirmou em entrevista à jornalista alemã Karin Sturm.

O brasileiro apontou que o trabalho do austríaco irá além do contato dos pilotos. “Além de poder nos ajudar com dicas sobre o traçado que estamos fazendo ou coisas do gênero, indo para a beira da pista ele também será uma terceira visão na hora de comparar nosso carro com os outros. Isto é muito bom nessa fase de testes”.

Na filosofia do “quanto mais, melhor”, o brasileiro discorda da ideia de que a chegada de Wurz é um sinal de desconfiança do time no potencial de seus pilotos. “Experiência sempre é bom e temos de aproveitar tudo que for possível nesse quesito.  A equipe está apostando em dois pilotos nos quais ela acredita e ter alguém com experiência para nos ajudar é o melhor cenário que poderíamos ter”, afirmou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias