Bruno Senna conta o que faz um piloto de testes – sem testes na F-1

Recruta da Renault destaca ano de aprendizado para tentar vaga como titular em 2012

Bruno Senna garante que não quer ser piloto de testes por muito tempo

Bruno Senna está em seu segundo ano na F-1, agora como piloto de testes da Renault, depois de disputar uma temporada pela Hispania em 2010. Mas o que será que o brasileiro faz em seu novo trabalho?

“Fiz um teste em fevereiro em Jerez (por metade de um dia), de cerca de 600km. Depois fiz alguns dias com o R29 [carro usado na temporada de 2009], em um teste para jovens pilotos no qual andei 300km. Fiz algumas demonstrações, com baixa quilometragem, de quinze minutos cada, o que foi divertido. Também pilotei carros mais antigos, como o Lotus Evora”, listou em material distribuído pela equipe.

Na pista, portanto, Bruno não tem trabalhado muito, até porque não existem testes no meio da temporada de F-1 – apenas experimentos aerodinâmicos em linhas retas e eventuais filmagens promocionais, que as equipes usam como chance de colocar seus carros na pista. A saída para não ser esquecido pelo circo – e se preparar em caso de qualquer eventualidade, como aconteceu na Sauber com Pedro de la Rosa no GP do Canadá – é comparecer às corridas e trabalhar junto com a equipe.

“Tentamos participar no lado técnico o máximo possível. É importante para mim acompanhar o ritmo de tudo o que está acontecendo e o que os pilotos estão fazendo. Tenho de estar por dentro para poder pegar o carro e correr logo de cara se for necessário. Também faço muitas aparições em eventos para a equipe e tento fazer com que minha presença seja notada dentro e fora da pista.”

No final das contas, mesmo bem mais longe do volante de um F-1 que no ano passado, Bruno tem aproveitado para aprender, já pensando em uma vaga para 2012.

“Neste ano, é importante para mim aprender o lado técnico das coisas. Posso fazer isso em um grande time como a Renault, com muitos recursos técnicos. Acho muito valioso e podemos tirar muito disso, mas definitivamente não quero ser um piloto de testes por muito tempo. Estou tentando conseguir o apoio para correr ano que vem. E se for pela Renault, melhor!”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias