Bruno Senna espera ver os boxes movimentados no GP da Malásia

Piloto reserva da Renault acredita que o calor de Sepang fará com que sejam necessárias três trocas de pneus durante a corrida

Bruno Senna espera que a maioria adote a estratégia de três paradas na Malásia

A corrida de abertura da temporada, na Austrália, desapontou quem esperava ver pneus “derretendo” e pilotos sofrendo com forte degradação. A expectativa do piloto reserva da Renault, Bruno Senna, porém, é de que a próxima etapa, na Malásia, conte com mais pit stops. “Estamos trabalhando com a perspectiva de todos fazerem três paradas", afirmou o piloto, por meio da assessoria de imprensa.

O principal motivo para essa expectativa é a diferença de temperatura entre a Austrália e a Malásia, onde são esperados por volta de 50º de temperatura de pista. “(Na primeira etapa) só fez um solzinho no domingo, mas a corrida foi do meio da tarde para frente. E a pista de Melbourne não gera muita energia para os pneus, como todos já sabiam. Muita gente teve dificuldade para aquecê-los", explicou.

O piloto brasileiro ainda espera que as equipes pequenas tenham mais dificuldade em se classificar para a prova. Na Austrália, ambos os carros da Hispania ficaram de fora, uma vez que seus melhores tempos foram mais que 7% piores que o carro mais rápido no Q1. A Virgin escapou por pouco.

"Em Melbourne, com pneus duros, o Vettel foi conservador. Poderia ter virado mais rápido. Se for esse o caso em Sepang, acredito que as novatas vão sofrer", disse, referindo-se ao fato do alemão não ter feito nenhuma tentativa com o composto macio, mais rápido, na primeira parte da classificação australiana.

Nada, no entanto, que preocupe sua equipe. A Renault começou o ano com um terceiro lugar, com Vitaly Petrov. Ainda que Bruno não espere que o resultado se repita, se mostra confiante em relação ao carro.

"McLaren e Ferrari estão melhores. Nossa realidade está um pouco abaixo disso. Na Austrália, tivemos a felicidade de juntar tudo de positivo no terceiro lugar do Petrov, graças à boa performance do carro, dos pneus e de uma estratégia agressiva. E o Petrov foi muito bem durante todo o tempo. A aerodinâmica fará muita diferença em Sepang e, nesse aspecto, a Red Bull está acima das demais", finalizou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Tipo de artigo Últimas notícias