Bruno Senna lamenta toque com Grosjean: “O carro estava competitivo aqui”

Brasileiro tem prova difícil na Alemanha após largada atribulada com toque na Lotus de Romain Grosjean

Bruno Senna é 17º na Alemanha

O GP da Alemanha marcou outro dia difícil para os brasileiros. A largada marcou os incidentes que deixaram Bruno Senna sem maiores chances hoje em Hockenheim. Depois de uma partida normal, o piloto da Williams se tocou com a Lotus de Grosjean na freada para a curva 6 e furou um de seus pneus.

“Estávamos disputando posição antes da freada da curva 6, Grosjean me espremeu na grama e eu vim um pouco para a pista e um pouco antes da freada a gente se mexeu, não sei se tinha carro do lado dele ou não, mas acabou que encostou meu pneu traseiro no dianteiro direito dele e aí furou o pneu dos dois e acabou a corrida dos dois”, contou Bruno, 17º colocado, ao TotalRace em Hockenheim.

“Tinha um ritmo razoável o carro, claro que quando você muda sua estratégia completamente assim, você tem que pensar em terminar a corrida. Então a gente teve que atacar o máximo que podia sem destruir o pneu. Mas, enfim, tem que fazer o que der para fazer e esperar que outras pessoas tenham problemas”, também disse.

O piloto lamentou o resultado mais ainda mostrou certo otimismo. “O carro estava competitivo aqui. Temos sempre que continuar melhorando, tem outras equipes que estão um pouco mais forte que a gente, mas acho que em ritmo de volta a gente não está mal”, finalizou.

Já seu companheiro Maldonado teve prova bem complicada. Após largar em sexto, jamais teve um bom ritmo e terminou longe dos dez primeiros, em 15º. “O ritmo era bom no começo. Havia algo na pista que quebrou o assoalho e daí em diante perdemos muita pressão aerodinâmica e não pudemos ser competitivos”, lamentou em entrevista ao TotalRace.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Alemanha
Pilotos Pastor Maldonado , Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias