Bruno Senna reclama de comissários após toque com Di Resta

Brasileiro reclamou pelo rádio, pois achou que foi fechado pelo escocês: "Não foi justo porque me empurrou para fora"

Bruno Senna terminou o GP da Itália bastante descontente com a atuação dos comissários em sua disputa com o escocês Paul Di Resta. Quando tentava ultrapassar o piloto da Force India, na freada da segunda chicane, o brasileiro acredita ter sido jogado para fora da pista de maneira ilegal.

“Eu reclamei no rádio que o Di Resta me jogou para fora da pista e nada aconteceu”, revelou ao TotalRace. “É a decisão dos comissários e temos que aceitar.”

O piloto da Williams, que terminou em décimo, enquanto Di Resta foi oitavo, salientou que o lance prejudicou sua corrida.

“Para mim, não foi justo porque ele me empurrou para fora da pista e, não só, prejudicou aquela volta, como me fez perder uma posição para o Mark Webber naquela brincadeira e tive danos no carro quando passei naquelas lombadas. É todo um cenário que foi causado por outro carro e nada aconteceu.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pilotos Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias