Button conta porque não passou no teste de direção de primeira

Campeão da 2009 fala do fatídico exame e revela que Alain Prost é seu herói no automobilismo

Button reconhece que futebol não era seu forte na infância

Quem poderia imaginar que um campeão do mundo de Fórmula 1 não passou logo de primeira na prova de direção? Jenson Button esclareceu o que aconteceu em entrevista acompanhada pelo TotalRace e falou sobre outros temas curiosos de sua vida.

“Passei no segundo exame. Entrei em um espaço que não estava lá, fiz uma manobra que ela disse que estava incorreta. Foi uma mulher que fez a prova e continuo achando que ela estava errada”, garantiu o piloto inglês, campeão em 2009.

Button, cujo pai, John, foi um piloto de ralicross e chegou a ganhar notoriedade nos anos 1970, afirmou que só escolheu o automobilismo “porque não era muito bom no futebol” e comentou como foi crescer em um ambiente totalmente controlado pelas mulheres, já que, como seus pais se divorciaram quando tinha sete anos, passou a viver com a mãe e mais três irmãs mais velhas.

“Acho que é bom ser criado com muitas irmãs. Você entende de roupas (risos). Era bom. Tentei entendê-las desde pequeno. Elas me batiam o tempo todo, mas eu fui uma criança mimada.”

É claro que a família ganha uma citação especial quando o assunto são as referências que teve na vida. Mas, no automobilismo, um piloto que fez história pela mesma McLaren que defende hoje ganha menção especial

“No automobilismo tenho muitos heróis, mas um que se destaca é Alain Prost, porque ele raciocinava muito bem. Gosto de seu estilo de pilotagem e personalidade. Também Lance Armstrong, pelo que ele passou e como ele teve que dar tudo de si para vencer. Diria meu pai e minha mãe também porque eles me tornaram o que sou hoje.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jenson Button
Tipo de artigo Últimas notícias