Button diz que "não liga" para queixas de colegas a Hamilton

Inglês afirma que companheiro é limpo com ele e revela que, mais que vice, só pensa em ganhar corridas

Button conversa co Hamilton nos boxes da McLaren

Jenson Button encara o GP do Japão não pensando que pode adiar a festa do bicampeonato de Sebastian Vettel, mas sim com o objetivo de vencer pela primeira vez o GP do Japão, o qual sempre completou desde a estreia na F-1, em 2000.

“Minha luta com o Seb agora é como desafiar uma criança de quatro anos para um tiro de 100m, está claro quem vai ganhar. Ele fez um grande trabalho e merece ganhar, mas seria legal tentar levar para a próxima corrida. Para isso, ele tem de ter sérios problemas na prova. Quanto a mim, só quero ir lá e ganhar.”

O piloto da McLaren acredita que buscar vitórias nas últimas corridas é mais importante do que manter a atual segunda posição no Mundial.

“Vamos lutar pelo vice, mas acho que nenhum de nós vai ficar muito triste se terminar terceiro ou quarto. Acho que o objetivo agora é ganhar corridas, já que a glória máxima, ser campeão, não é mais possível. Se ganhar duas corridas e não completar as outras três estarei mais feliz do que se for vice e não ganhar nenhuma.”

Falando sobre a má fase do companheiro Lewis Hamilton e as críticas que o piloto vem recebendo, Button afirmou que isso só acontece com quem tem uma posição de destaque.

“As pessoas sempre vão falar de você se for rápido, campeão do mundo, e estiver em uma equipe grande. Não é uma situação fácil para ninguém, mas como piloto Lewis é muito rápido. Não acho que isso vá freá-lo. Ele vai ser muito competitivo aqui em Suzuka.”

Perguntado se considerava o inglês limpo em suas manobras, Button afirmou que, com ele, sim. “E com outros pilotos, como Massa?”, insistiu o repórter. “Eu não ligo”, respondeu, rindo.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Jenson Button
Tipo de artigo Últimas notícias